Revista Zap Imóveis

Redes de descanso são ótimas opções para as férias em casa

Balanço pode ajudar a relaxar o corpo e a mente, além de oferecer à casa um ar mais despojado para o inverno

Tags:

férias

,

inverno

,

redes

publicado em 05/07/2013 às 8:02 ,
atualizado em 05/07/2013 às 11:36
por Olivia Caires | Fonte: ZAP Imóveis

Comentar

Descansar em redes é um costume que vem dos índios (Fotos: Thinkstock)

Julho finalmente chegou e, com ele, muitos trabalhadores e estudantes aproveitam o mês para tirarem férias. A baixa temperatura que o inverno oferece e o barulho da chuva convidam as pessoas a ficarem dentro de casa. Deitar em uma rede pode ajudar a descansar o corpo e a mente ao mesmo tempo em que se sente o balanço levar todo o estresse embora.

“A rede de descanso é um costume que vem dos índios”, afirma Armando Adonjas Dantas Filho, dono da loja Redes Santa Luzia.

O especialista afirma que, além de possibilitar o relaxamento, a rede é também um produto decorativo. “Hoje é muito comum encontrá-la em casas de praia e fazendas”, diz Dantas.

O dono da casa e as visitas podem deitar nas redes de maneira relaxada. Elas podem ser instaladas em diversos ambientes do lar, seja no quarto, na sala, varanda ou em outro espaço escolhido.

Cor da rede pode combinar com alguns detalhes da decoração do ambiente (Foto: Redes Santa Luzia/Divulgação)

Tipos de redes – Além das redes convencionais, há também as que trazem uma armadura de madeira que a deixa aberta o tempo inteiro e também as do tipo cadeira, que são presas pelo teto.

As redes podem ser feitas de diferentes tecidos. Segundo Dantas, há a opção de algodão colorido natural, algodão orgânico (sem agrotóxico) e com fio reciclado. “Sobras de tecidos de confecção eram antes jogadas no lixo. Hoje elas passam por um processo que as transformam em novos fios de algodão”, diz o proprietário da loja.

Projeto do arquiteto Samy Dayan mostra que rede oferece charme sem. necessariamente, ser a protagonista do ambiente (Foto: Divulgação)

Na Santa Luzia, o preço de uma rede pode variar entre R$ 13 a R$ 520. “O peso do fio e acabamento é que determinam o seu valor”, afirma Dantas.

As mais baratas são as feitas em tecido de poliéster e sem varanda (detalhe da rede que muitas vezes é feito de crochê). Já as mais caras são as que trazem acabamento manual e linha de melhor qualidade.

Armadura de madeira deixa a rede aberta o tempo inteiro (Foto: Thinkstock)

A escolha da tonalidade da rede pode levar em conta o visual da casa. “É interessante pensar em cores que combinem com os tecidos e acabamentos do ambiente”, sugere o arquiteto Samy Dayan.

De acordo com o Dayan, é preciso ficar atento ao lugar onde a rede é colocada para não atrapalhar a circulação de pessoas ao redor.

Não instale a rede em local de muita circulação para não atrapalhar a passagem

“Quando for posicioná-la, é importante não esquecer que ela tem balanço”, alerta Dayan. A dica do arquiteto é não deixar nenhum móvel muito perto para evitar que alguém se machuque ou que a rede rasgue ao se enganchar na mobília.

Rede na parede - “A rede convencional pode ser presa por um gancho na parede, mas, para garantir a segurança, o ideal é a contratação de um profissional para instalá-la. Com a furadeira, ele irá perfurar a parede e ‘chumbar’ [fixar com massa de cimento] a armação de ferro, aplicando uma bucha e então o gancho”, orienta Dantas.

Redes do tipo cadeira são ótimas opções para relaxar (Foto: Redes Santa Luzia/Divulgação)

De um gancho a outro, o dono da Santa Luzia recomenda que haja em torno de 3,20 metros. “Nada impede, porém, de que a rede seja utilizada em ambientes menores, pois ela se adapta ao espaço”, diz o proprietário. Já a altura do gancho pode ficar entre 1,80 m e 2,0 m.

Redes podem ficar expostas dentro de casa, na varanda ou jardim. Projeto de Samy Dayan (Foto: Divulgação)

Se a rede for muito grande para o espaço disponível, o aconselhável é que se faça a barra dela. “Os nós as danificam, além de fazer com que elas não abram direito. Caso isso aconteça, a rede não conseguirá oferecer todo o conforto que é capaz”, ressalta Dantas.

Na hora de lavá-las, a sugestão do dono da loja é de que se amarre os punhos da rede e os dobre para dentro. “A lavagem pode ser feita na máquina de lavar. Quanto mais neutro for o produto de limpeza, melhor”, orienta.

publicado em 14/05/2012 �s 14:37,
atualizado em 16/05/2012 �s 16:49
por Raiane Nogueira | Fonte: Jornal Extra

Comentário (0)


Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário:

(obrigatório)
(obrigatório, não será exibido)
(não será exibido)

Buscar notícia



Guia de compra

8

Dicas
na hora de comprar um imóvel